segunda-feira, 6 de maio de 2013

QUESTIONÁRIO HOMEOPÁTICO - ANEXO



Download do texto integral do blogue em »
http://www.homeoesp.org/livros_online.html



ANEXO II AO CURSO DE HOMEOPATIA

QUESTIONÁRIO HOMEOPÁTICO



Segue um modelo de questionário, que se deve considerar meramente orientador da actividade do homeopata e que se alicerça no Repertório de Sintomas Homeopáticos de Ariovaldo Ribeiro Filho.
As rubricas inscritas não abrangem, como é evidente, toda a matéria constante do Repertório. No entanto, dão uma perspectiva global da sintomatologia que releva para a pesquisa do simillimum.
A sua estrutura está condicionada pela nossa experiência pessoal e deve ser alterada sempre que o prático tenha uma perspectiva de abordagem do paciente diversa. Neste domínio inexistem regras rígidas.
Como facilmente nos podemos aperceber, os sintomas mentais – e associados – e as modalidades de agravamento e melhora, têm um tratamento mais exaustivo, que os sintomas físicos propriamente ditos, dada a sua importância na hierarquização sintomática.
As palavras em negrito constam do Repertório, pelo que a pesquisa se encontra em muito simplificada, quer na edição impressa quer na edição informática.
A utilização continuada do questionário e a leitura das rubricas do Repertório fará com que o homeopata desenvolva a sua argúcia no interrogatório do paciente, com as inevitáveis vantagens daí decorrentes.
Se o questionário for exaustivamente respondido, o resultado da repertorização apontará fatalmente para uma prevalência de medicamentos policrestos – veja-se na primeira parte deste livro, “Repertorização Mecânica ou por Extenso” – , mas nada impede, que obtida esta, se repertorize com base na existência de um Sintoma Director ou da S.M.V.M. – Síndrome Mínima de Valor Máximo –, comparando-se os resultados.
O questionário pode ser respondido pelo paciente ou servir como guia do terapeuta durante a consulta.
      


QUESTIONÁRIO



Antes de começar a responder, o paciente deve fazer uma ou duas leituras do questionário que se segue. O seu preenchimento deve ter uma duração não inferior a oito dias, nem superior a quinze. Nesse período deve estar particularmente atento a todas as suas emoções, sentimentos, estados de espírito, sem emitir juízos valorativos, interpretações ou comparações. Deve ficar única e exclusivamente com o “facto”, anotando meticulosamente as vivências internas e externas que relevam para as questões enunciadas. Vai ser um período de intenso autoconhecimento, de inevitável rememoração, posterior à primeira consulta, com isenção de análise, em princípio aproveitado para uma profunda desintoxicação homeopática do organismo.
Os sinais ou estados de espírito a marcar e a descrever, são os constantes, os que caracterizam o indivíduo, conforme lhe foi explicado na primeira consulta. Para além destes, devem ser respondidas as questões atinentes aos de aparecimento menos intenso e os esporádicos, estes últimos, desde que o paciente se sinta deveras incomodado com a sua natureza. Os primeiros, podem ser desde logo identificados com 3 cruzes, antes de qualquer explicação ou aditamento escrito que tenha de ser feito; os segundos com 2 cruzes e os últimos – que raramente aparecem – com uma cruz. Estes, como se disse, apenas quando incomodem sobremaneira o doente.
Não deve limitar-se à aposição de cruzes, devendo antes especificar todas as circunstâncias que envolvem o sintoma, emoção, estado de espírito e que directamente se prendam com este. Assim no caso do medo da morte, este pode surgir nomeadamente, de manhã ou ao anoitecer, da 1 às 3 horas da manhã, pode alternar com riso ou choro, quando se está sozinho, no meio de uma multidão ou em qualquer outra situação. É também de inestimável importância o conhecimento de todas as circunstâncias que agravam ou melhoram o sintoma, bem como todos os factores internos e externos que agravam ou melhoram o doente de forma global.
O paciente não deverá ficar limitado às questões constantes do questionário. Deve elencar todos os sintomas que não caibam nos diversos números do interrogatório e não sejam desprovidos de significado, subjectivamente avaliado.
Deve ainda descrever os sintomas físicos que mais o incomodam, tendo em especial atenção a rubrica “Bebidas e Alimentícios”.
Algumas das questões só podem ser respondidas, não pelo paciente, mas por quem o acompanha e é profundamente conhecedor do seu carácter e personalidade.
Depois de integralmente respondido, deve ser revisto e tranquilamente ponderado, para ser entregue ao Médico Homeopata.
Este, tem de identificar a totalidade dos sinais patológicos do paciente de forma a conseguir a remoção da patologia e procurará obter na presença do doente informações mais precisas por cada sintoma ou estado de espírito, para além dos sumariamente já obtidos na primeira consulta.
As perguntas formuladas não primam pela perfeição linguística ou técnica. No caso presente, sacrificámos tais valores ao enquadramento das mesmas no Repertório de Ariovaldo Ribeiro Filho, o que permite uma pesquisa relativamente rápida dos dados colhidos. As palavras em negrito, só têm real significado para o homeopata e sua busca do medicamento ou medicamentos, cuja patogenesia – conjunto de efeitos desencadeados por um remédio – cobre o respectivo sintoma. O paciente deve lê-las da mesma forma que as outras, sem lhe atribuir qualquer significado especial, para além do que efectivamente têm.


            

SINTOMAS MENTAIS

      
1-Tem sentimento de abandono, sente-se abandonado? Por quem e em que circunstâncias?
2-Considera-se adulador?
3-É afectuoso?
4-É uma pessoa alegre? Em que circunstâncias? A alegria costuma alternar com outras situações?
5-Costuma amaldiçoar, praguejar?
6-Tem em si amatividade, ou seja, é propenso ao amor físico, à paixão carnal, erotismo?
7-Tem ambição?
8-É amuado, facilmente aborrecido, emburrado, manifestando descontentamento ou ressentimento?
9-Anarquista?
10-É uma pessoa com ansiedade? Em que condições surge, como melhora e como agrava? É acompanhada por outros sintomas físicos ou mentais? Ansiedade acerca da sua saúde? Ansiedade com medo? Por antecipação relativamente ao que possa acontecer às pessoas de quem gosta? Quando está sozinho? Num exame? No meio de uma multidão? Ao andar de avião? Etc.
11-É apaixonado?
12-É facilmente assustado? Em que condições?
13-Atormenta quem está ao seu redor?
14-É uma pessoa com ausência mental, distraído? Em que circunstâncias?
15-Avarento, está sórdida e excessivamente apegado ao dinheiro?
16-Tem repulsa, aversão a alguma coisa, alimentos, bebidas, ou pessoas em especial?
17-Tem avidez, ambição desmedida?
18-Costuma bater, esmurrar, socar? Quem? O quê?
19-Bebe mais do que deveria?
20-É briguento, rixoso? Em que circunstâncias?
21-Tem falta de habilidade para calcular, para o cálculo matemático?
22-Tem disposição para caluniar?
23-Tem cansaço? Quando e em que situações?
24-É cansativo, enfadonho, entediante?
25-É uma pessoa que canta? Em que situações?
26-Gosta de ser carregado no colo (criança)? Em que condições?
27-Qual a sua relação com o casamento?
28-Padece de catalepsia ou catatonia?
29-Tem humor choroso? Choro, em que circunstâncias? Especifique o melhor que puder.
30-Ciúme? Por quem? Que actos o levam a cometer? Acusa alguém de ser infiel infundadamente?
31-Claustrofobia?
32-Cleptomania, impulso mórbido para o furto?
33-Cólera, é irascível? Em que condições? Este estado alterna com qualquer outro?
34-Come em excesso ou avidamente? Apressadamente?
35-Gosta de companhia ou isso agrava os seus males? Em que termos?
36-É compassivo, tem empatia com a infelicidade, dor ou mal de outrem? Para quem em especial ou no geral? Pessoas, animais?
37-É complacente, tem uma disposição dócil, obediente?
38-Tem uma compreensão fácil dos acontecimentos? Ou difícil?
39-Contemplativo? Deleita-se contemplando? O que é que contempla?
40-Expansivo, comunicativo?
41-Concentração: activa ou difícil? Em que circunstâncias?
42-Tem falta de confiança em si mesmo?
43-Confusão mental? Como e quando?
44-Está normalmente contente?
45-O consolo, palavras amáveis, agravam-no ou melhoram-no?
46-É intolerante à contradição?
47-Tem disposição a contradizer?
48-Conversação: gosta ou não de conversar?
49-É corajoso?
50-Gosta ou tem aversão a algumas cores?
51-Não consegue estar quieto. Corre para lá e para cá? Onde?
52-É corrupto, venal?
53-Tem covardia?
54-Crédulo?
55-O crepúsculo agrava os seus sintomas mentais?
56-É crítico, censurador?
57-Tem crueldade, desumanidade? Para com pessoas, animais, família? Ou não a pode suportar?
58-É cuidadoso?
59-Defeca de forma anormal? No chão, de pé, faz porcarias com as fezes?
60-Delírio? Quando? Em que condições? Alternando com...? Delira com quê?
61-Delirium tremens?
62-Demência? Epiléptica, com masturbação, senil, etc.
63-Sente-se desafortunado?
64-É desagradável com os outros?
65-É desajeitado, deselegante? De que forma?
66-Desatento?
67-Desavergonhado, descarado? De que modo?
68-Desconfiado, suspeitoso?
69-Está descontente, contrariado, insatisfeito? Com quê?
70-É descuidado, imprudente, negligente?
71-Tem desejos insistentes? Quais? De alimentos, bebidas, de muitas coisas ao mesmo tempo, de coisas inatingíveis, etc.?
72-Está desencorajado? Em que situações?
73-Tem desespero? Em que circunstâncias? Pelo trabalho, durante convalescença, com medo da morte, etc.?
74-Dipsomania ou alcoolismo? Bebe quando? O quê?
75-É ditatorial? Fala com ares de comando?
76-É duro com toda a gente? Ou é amável com os superiores e duro com os subalternos?
77-Egoísta, egocêntrico?
78-Tem embotamento, lerdeza, dificuldade de pensar e de compreender, torpor mental? Sempre ou em que circunstâncias?
79-Empreende muitas coisas, mas não persevera em nada, ou não empreende nada com medo de fracassar?
80-Comete erros, quando calcula, fala, escreve? Quais?
81-Escuridão: agrava-o ou deseja-a?
82-Esforço físico ou mental: agravam ou melhoram-no?
83-É esquecido? De quê, em que circunstâncias?
84-Esquizofrenia: catatónica, hebefrenia, paranóide?
85-Estupefacção, como se estivesse intoxicado? Em que circunstâncias?
86-Estado de estupor, de embotamento da sensibilidade, da consciência e de passividade, que se pode observar em certas doenças mentais. Quando?
87-Estado de euforia? Alternando com outros estados, tais como, tristeza, quietude?
88-Excentricidade?
89-É excitável, padece de excitação? Em que circunstâncias?
90-É muito exigente?
91-Nunca tem êxito?
92-Tem estado de êxtase, arrebatamento íntimo, enlevo, encanto, felicidade? Quando e em que circunstâncias?
93-Fala muitas vezes a respeito das mesmas coisas? De quais?
94-Tem desejo de falar em público, de falar com alguém ou não tem disposição para falar com ninguém? Tem aversão a que lhe falem?
95-Há fanatismo na sua maneira de encarar o mundo?
96-É fanfarrão, auto elogiando-se e auto promovendo-se em excesso, comumente com mentiras ou narrativas exageradas?
97-Tem fantasias? Quais?
98-Tem fastio, tédio, cansaço mental por falta de interesse na vida? Melhora por entretenimento?
99-Tem aptidão para a filosofia? Tem grandes devaneios filosóficos?
100-Tem aptidão para as finanças, negócios? Ou não tem?
101-É fofoqueiro, mexeriqueiro?
102-Fica muitas vezes fora de si? Por ansiedade, dor, mau tempo ou trivialidades?
103-Tem a sensação de ser frágil, como se o corpo fosse de vidro?
104-Tem inclinação a franzir a sobrancelha?
105-É frívolo?
106-Tem fúria, raiva? Em que circunstâncias?
107-Gemendo: durante o sono, a menstruação, de manhã, ao anoitecer, em convulsões, por ofensa, etc.?
108-Faz gestos? Que tipo de gestos: assustados, automáticos, desastrados, esfregando a face, etc.?
109-Tem falta de gosto no vestuário?
110-Dá gritos, berra? Em que circunstâncias?
111-Gula, glutão?
112-Tem hidrofobia? Quais as manifestações?
113-Tem hilaridade, animação e euforia?
114-Hipocondria, depressão da mente, caracterizada por ansiedade mórbida com o estado da sua saúde?
115-Histeria? Em que circunstâncias? Ao anoitecer, à noite, em amenorreia, agravada ou melhorada pelo coito, desmaio, lasciva, etc.?
116-Tem senso de honra?
117-As coisas horríveis afectam-no profundamente?
118-Que tipo de humor tem? Agradável, alternante, insuportável, mutável? Quando ocorrem as mutações?
119-Tem ideias abundantes? Ou deficiência das mesmas?
120-Impaciência: a que horas do dia ou da noite, agitando-se, caminhando, em casa, trabalhando, por trivialidades, etc.?
121-Impertinência, inoportuno, inconveniente?
122-Impetuoso, responde rápida e intensamente, arrebatado, fogoso, violento?
123-Impulsivo, obedecendo ao impulso do momento?
124-Impulso mórbido? Qual? Como o de fazer coisas absurdas, a ferir-se, a correr sem destino, à violência, etc.?
125-Inconsciência, coma, estupor? Descreva o estado em tudo o que for geral e particular.
126-Inconsolável? Chora, ansiedade, etc.?
127-Indiferença, apatia? Em que condições?
128-Tem indolência, aversão ao trabalho, preguiça?
129-Tem a mania do trabalho, é industrioso?
130-É infantil, comportamento infantil?
131-Ingénuo?
132-Não pode suportar injustiça?
133-Padece de inquietude? Como se manifesta, em que situações ou circunstâncias, o que é que a agrava ou melhora?
134-Insanidade, loucura? Que estados lhe estão associados, alternâncias, circunstâncias agravantes e de melhoria?
135-É insensível, empedernido, de coração duro?
136-Intolerante?
137-Introspecção? Analisa-se a si próprio?
138-Tem inveja?
139-Tudo lhe parece irreal?
140-Irresolução: é um indeciso?
141-Tem irritabilidade? Em que circunstâncias?
142-Lamentação, queixas acompanhadas de gemidos e gritos, lastima-se, choraminga?
143-É lascivo, libidinoso?
144-Lavar: tem aversão ou tem a mania de se lavar constantemente?
145-Lentidão nas tarefas, comendo, etc.?
146-Ler: a leitura agrava os sintomas mentais, custa-lhe a compreender o que leu, tem aversão a ler, etc.?
147-Libertinismo, desregramento, livre de qualquer peia moral, dá livre vazão aos prazeres sensuais e sexuais?
148-Linguagem: descreva as suas características e perturbações.
149-Loquacidade? Em que circunstâncias?
150-Os sintomas mentais são afectados pelo luar?
151-Tem aversão ou deseja a luz?
152-Gosto de ser magnetizado, massajado?
153-É mal-humorado, irritadiço, rabugento, taciturno? Em que circunstâncias?
154-É maldoso, dado a brincadeiras de mau gosto, daninho?
155-Mania. Como se manifesta, quais as suas características? Descreva-a. Durante a febre, demoníaca, arranhando-se, com fúria, com gritos, insulta os outros, etc.?
156-Se mulher ou rapariga, tem hábitos masculinos?
157-Matar: deseja matar, ameaça, durante a embriaguês, com uma faca, etc.
158-Matemática: aptidão, inaptidão?
159-Meditação, prática?
160-Medo, apreensão, pavor: de dia, de noite, a que horas?; em que situação?; alternando com...?; medo de acontecimentos súbitos, de ter uma apoplexia, de aranhas, de ser assassinado, de ser atropelado, de baratas, de ficar cego, de ir ao dentista, de ser envenenado, do escuro, de fantasmas, de doenças, da morte, etc.
161-Memória: Fraca, activa? Em que circunstâncias?
162-Menopausa, que agrava os sintomas?
163-As coisas parecem menores do que realmente são?
164-Antes, no início, durante ou após a menstruação os sintomas mentais agravam?
165-Ou após menstruação suprimida?
166-Sintomas mentais que alternam com sintomas físicos?
167-Mentiroso?
168-Tem falta de sentimento moral?
169-Tem desejo de morder? Em que circunstâncias?
170-Morte: pensa na morte, tem pressentimentos de morte, etc.?
171-Música. Qual a sua atitude perante a música, o que é que produz ao nível dos seus sintomas mentais?
172-Ninfomania? Especifique.
173-Tem nostalgia?
174-Quer ficar nu? Em que circunstâncias?
175-É obsceno?
176-Obstinado, cabeça dura?
177-Precisa de ficar ocupado? Como e porquê?
178-Tem ódio? A quem?
179-Ofende-se facilmente, leva tudo a mal?
180-Não suporta que o olhem?
181-Caminha com os olhos baixos e evita o olhar de outras pessoas?
182-É orgulhoso?
183-É optimista?
184-No Verão veste-se com peles, roupas grossas?
185-Pensamentos: de que tipo são os seus pensamentos, persistentes, atormentadores, num grande fluxo, sobre doença, a morte, repugnantes, sexuais, etc.?
186-Tem aversão a pensar? Especialmente em quê?
187-Considera-se pérfido?
188-Fala constantemente, fazendo perguntas?
189-Tem falta de reacção ao perigo?
190-Tem perseverança?
191-Pertinácia: tenaz, obstinado, persistente e teimoso?
192-Tem uma disposição perversa?
193-Tem pesar, pena, mágoa, dor? Quando e por via de quê?
194-É divertido, brincalhão, piadista? Em que situações? Alternando ou não com outros estados?
195-Faz planos? Que tipo de planos?
196-É pomposo, importante?
197-Posterga tudo para o dia seguinte?
198-É um precipitado, um irreflectido?
199-Tem preconceitos tradicionais?
200-Cheio de preocupações? Quais e em que altura?
201-Tem pressa, precipitação? Em que condições? Quer fazer tudo o mais depressa possível? Pressa ansiosa?
202-Tem pressentimentos, presságios? Quais?
203-Profetiza?
204-Tem prostração da mente, exaustão mental, esgotamento cerebral? Especifique?
205-Problemas mentais na puberdade?
206-Tem uma disposição quieta? Em que circunstâncias?
207-É rancoroso, vingativo?
208-Não reconhece pessoas e coisas?
209-Recusa auxílio, medicamentos, tratamento?
210-Tem “afecções” religiosas? Mania religiosa, fanatismo, melancolia, deseja ler a bíblia o dia todo, etc.?
 211-Passa a vida remoendo pensamentos tristes? Quando e quais?
212-Tem remorsos? De quê?
213-Tem desejo de repouso ou este agrava os seus sintomas?
214-Tem tendência a reprovar os outros?
215-É reservado?
216-De que forma responde às perguntas que lhe são feitas? Abruptamente, de forma confusa, com dificuldade, canta mas não responde, inapropriadas, incoerentemente, de forma ofensiva, etc.?
217-Revela os segredos que lhe contam?
218-Fica muitas vezes rezando? De que forma?
219-Ridicularizando: arremeda os outros? Quem?
220-Riso: ri como, em que circunstâncias? O seu riso é inconveniente, alterna com outros sintomas, é infantil, imoderado, ruidoso, durante a menopausa, etc.?
221-Tem inclinações a fazer ruído?
222-Tem aversão a sair?
223-Não pode ver sangue ou uma faca? Não consegue olhar para feridas?
224-Satiríase, excitação sexual mórbida masculina? Especifique.
225-Sensível, hipersensível? A que coisas ou situações? Em que alturas?
226-Como são os seus sentidos? Aguçados, confusos, desapareceram, embotados?
227-É sentimental?
228-É sério? Mesmo assim, a seriedade alterna com alegria, brincadeiras, risos?
229-É servil, obsequioso, submisso?
230-Simula desmaios, doenças, gestação?
231-Tem sobressaltos? Em que condições?
232-Cultiva a sociabilidade?
233-Padece de sonambulismo?
234-É uma pessoa dócil, que tem suavidade?
235-Tem disposição suicida? Em que circunstâncias?
236-Costuma andar sujo?
237-É supersticioso?
238-É susceptível, influenciável?
239-Deixa escapar um suspiro com frequência? Involuntariamente, durante a menopausa, durante o dia ou mais à noite, etc.?
240-Tem tédio da vida? Como é que se manifesta?
241-Uma tempestade com raios e trovões traz-lhe distúrbios?
242-O tempo altera-lhe o estado de espírito, agravando ou melhorando os seus sintomas? Especifique.
243-Tem timidez?
244-Tem aversão a ser acariciado, tocado?
245-Considera ter um comportamento tolo?
246-Tem aversão ou desejo de trabalho mental?
247-Tem tranquilidade, serenidade, calma?
248-Tem transtornos, sofrimentos ou padecimentos causados por via de situações anómalas? Por alcoolismo, decepção de amor, por infelicidade, ansiedade por antecipação, choque mental, ciúme, cólera, vexação, pesar, susto, contradição, por perda de dinheiro, honra ferida, medo, morte de uma criança, saudade, reputação, traumatismos, etc.?
249-Padece de tristeza, desencorajamento, depressão mental, abatimento, melancolia? Em que parte do dia é mais incisiva, em que circunstâncias se manifesta, quais são as suas manifestações? Por medo, antes da menstruação, etc.?
250-As trivialidades parecem-lhe importantes?
251-Faz versos?
252-Tem aversão a vestir-se?
253-Tem desejo de viajar? Quando viaja os seus sintomas melhoram?
254-É violento? Quando e como?
255-A sua vontade é fraca?




ILUSÕES



256-Tem ilusões, imaginações, alucinações? Descreva quais e em que situações surgem, melhoram e agravam. Ex.: de estar abandonado, de ver abelhas, de ser acusado, de água, de ser apunhalado, vê aranhas, ser assassinado, vê mortos, chuva, tem uma doença grave, tudo lhe parece horrível, a esposa é infiel, insectos, ladrões em casa, é um príncipe, é a Virgem Maria, ouve vozes.




GENITAIS MASCULINOS



257-Tem aversão sexual? Ao coito, por dores, com impotência, por masturbação?
258-Coito doloroso?
259-Tem o desejo sexual aumentado ou diminuído? Em que circunstâncias?
260-Como são as suas erecções? Descreva os problemas que sente. Há ausência total ou parcial de erecção? Há quebra da erecção no momento do coito?
261-O gozo é aumentado, ausente, com dor, curto, diminuído, prolongado?
262-Tem inclinação para o coito, durante sono inquieto?
263-Tem indiferença durante o coito?
264-Tem disposição à masturbação?
265-Tem emissões seminais? Em que circunstâncias?
266-Sodomia?




GENITAIS FEMININOS



267-Tem aversão sexual?
268-Tem aversão ao coito? Qual o motivo?
269-O gozo está ausente do coito? O orgasmo é retardado? Recusa o coito conjugal?
270-Tem desejo sexual aumentado ou diminuído? Em que circunstâncias?
271-Predisposição à masturbação?
272-Vaginismo? Coito impedido ou doloroso?




SONO



273-Acontece-lhe ir adormecendo ao longo do dia e em situações menos comuns? Quando e como?
274-Boceja? Em que circunstâncias?
275-Tem um sono curto? Em que período? No entanto é reparador?
276-Sono inquieto? Em que condições?
277-Padece de insónia? Em que altura da noite? Qual a causa?
278-Tem um sono interrompido? De que modo?
279-Sono leve?
280-Grande ou pouca necessidade de dormir?
281-Sono perturbado? Porquê?
282-Sono pesado?
283-Qual a posição que adopta normalmente para  dormir?
284-Tem um sono profundo?
285-Sono prolongado?
286-Tem um sono não reparador?
287-Tem um sono sem sonhos?
288-Tem sono de dia por insónia?
289-Padece de sonolência? Em que circunstâncias?
290-Tem sono súbito?




SONHOS



291-Tem sonhos que se repetem, característicos? Sonha com acidentes, afogamento, água, animais, sonhos agradáveis ou assustadores, doenças, fogo, ladrões, morte, mutilação, vermes, etc.? Diga quais e com que frequência se repetem.




GENERALIDADES



292-Os seus sintomas agravam ou melhoram: de dia; manhã (5 às 9 horas); antes do meio-dia (9 às 12 horas); meio-dia (12-13 horas); tarde (13 às 18 horas); anoitecer (18 às 21 horas); noite (21 às 5 horas). Individualize o período horário com rigor, se por acaso for diferente ou parcelar dos indicados.
293-É acalorado?
294-Ajoelhar-se melhora ou agrava?
295-Tem ansiedade física geral?
296-Tem ansiedade física nos membros?
297-Apoiar-se sobre algo, melhora ou agrava?
298-Um aposento cheio de gente ou fechado agrava os seus sintomas?
299-Que efeito tem o aquecimento sobre os seus padecimentos? Agrava ou melhora? O aquecimento dos aposentos, agasalhar-se, aquecer-se, ir para a cama, desejo de cama aquecida, fogão ou lareira?
300-E o ar? Beira-mar, nevoeiro denso, correntes de ar, ar livre, aversão ao ar livre, desejo de ar livre, ou de corrente de ar que apesar disso, agrava?
301-Assoar o nariz, agrava ou melhora? 
302-Tem ausência de dor em transtornos geralmente dolorosos?
303-Banhar-se agrava ou melhora? Tem aversão ao banho? A água fria melhora ou agrava?
304-Barbear-se, beber, bocejar, caminhar, estar coberto, coito, comer, correr, curvar-se, deitar-se, descer, descobrir-se, dor, dormir, pequeno-almoço, despertar, despir-se, ejaculações, em pé, escuridão, esforço, esfregar, espirros, 4 estações (Inverno, Outono, Primavera, Verão), esticar-se, evacuação, falar, febre, fome, frio, fumaça, levantar-se, lua (cheia, crescente, minguante, nova), luar, luz, magnetismo ou imposição de mãos, menstruação, micção, movimento, mudança de posição, mudança de temperatura, narcóticos, neve, piano, poeira, pressão, repouso, respirar, roupas, ruídos, sentado, sol, subir, tabaco, tempestade, tempo (que tipo), tocar algo, toque, trabalho, transpiração, humidade (aplicações húmidas, molhar-se), viajar (carros, comboios, barcos), virar-se, vomitar, agravam ou melhoram e em que condições específicas?
305-Sente-se melhor antes de um calafrio?
306-Tem emagrecimento acentuado? Descreva o facto.
307-Os seus padecimentos têm periodicidade? Anual, diariamente, a cada dois dias, ao terceiro, quarto, sétimo, décimo, décimo quarto, vigésimo primeiro, vigésimo oitavo, quadragésimo segundo, à mesma hora?




OUTROS SINTOMAS FÍSICOS



308-Descreva pormenorizadamente todos os outros sintomas de que padece e que não constam da lista supra.
Descreva os sintomas físicos que mais o incomodam.


Sintomas que se prendem com (à frente de cada rubrica que se segue limitamo-nos a dar alguns exemplos, devendo o paciente esforçar-se por explicar o(s) sintoma(s) dela decorrente da forma mais clara e exaustiva que conseguir, procurando também em cada um especificar as circunstâncias que o agravam ou melhoram):
VERTIGEM – Em que situações, com ou sem náusea, com escurecimento da vista, antes de vomitar.
CABEÇA – Dores, sensações, prurido, erupções, transpiração.
OLHOS – Aglutinados, dor, sensações, fotofobia, lacrimejamento, ulceração, vermelhidão.
VISÃO – Embaçada, cores diante dos olhos, diminuída, enevoada, perda da visão.
OUVIDOS – Sensações, cera, comichão, dor, erupções, ruídos.
AUDIÇÃO – Aguçada, diminuída, perda.
NARIZ E OLFACTO – Cárie, cor, coriza, dor, epistaxe, erupções, espirros, obstrução, olfacto agudo ou diminuído, secreção, úlceras.
FACE – Cor, dor, sensações, erupções.
BOCA – Dor, sensações, saliva, secura, sangramento, úlceras, vesículas.
PALADAR – Ácido, acre, amargo, azedo, falta, metálico, pútrido, repugnante, salgado.
DENTES – Cor, cáries, dor, quebradiços, sensibilidade.
GARGANTA – Asfixia, cor, dor, sensações, inflamação, dificuldade em engolir, muco.
GARGANTA EXTERNA – Bócio, dor, erupções, prurido.
ESTÔMAGO – Apetite, distensão, dor, sensações, eructações, náuseas, vómito.
BEBIDAS E ALIMENTÍCIOS – Nesta rubrica o paciente deve enumerar todas as bebidas e alimentos que agravam ou melhoram o seu estado, bem como os seus desejos e aversões alimentares. Água, álcool, bebidas amargas, aquecidas, café, chá, frias, leite, açúcar, alho, batatas, carne, cebolas, doces, chocolate, gorduras, fruta, marisco, pimenta, sopa, vegetais, etc.
ABDÓMEN – Distensão, dor, sensações, flatulência, hérnia, inchaço.
RECTO – Prisão de ventre, diarreia, dor, sensações, hemorróidas.
FEZES – Tipo de fezes.
BEXIGA – Dor, sensações, tipo de micção.
RINS – Dor, inflamação.
PRÓSTATA – Aumento, dor, emissão de líquido prostático, inflamação.
URETRA – Dor, sensações, hemorragia, secreção.
URINA – Cor, sanguinolenta, sedimento.
GENITAIS MASCULINOS – Dor, prurido, condilomas, transpiração, úlceras.
GENITAIS FEMININOS – Aborto, cistos, dor, sensações, esterilidade, inflamação, leucorreia, menopausa, menstruação, parto, tumor, vaginismo, condiloma.
LARINGE E TRAQUEIA – Dor, sensações, inflamação, muco, voz.
RESPIRAÇÃO – Tipo de respiração.
TOSSE – A que horas ou em que altura do dia, em que situações, tipo de tosse.
EXPECTORAÇÃO – Cor, gosto.
PEITO – Dor, erupções, opressão, tuberculose, hemorragia.
COSTAS – Dor, prurido, manchas, erupções.
EXTREMIDADES – Adormecimento, cãibras, prurido, dor, erupções, quentes, frias, transpiração.
UNHAS – Dor, úlceras.
CALAFRIO – Em que altura do dia, em que situações, sensação de frio.
FEBRE – Quando, em que situação, tipo de febre.
TRANSPIRAÇÃO – Partes do corpo, em que altura do dia.
PELE – Cor, erupções, gangrena, prurido, quistos sebáceos, seca, oleosa, úlceras.



José Maria Alves 



Sem comentários:

Enviar um comentário

Nota: só um membro deste blogue pode publicar um comentário.